Comunicação Oral

Palestra: A jornada do cientista

Próxima edição

4 a 29 de abril de 2022.

Esta disciplina é oferecida anualmente, sempre no primeiro semestre.

Se você quiser dar uma olhada no conteúdo teórico, assista às videoaulas no YouTube.

Onde fazer o curso

Este curso é oferecido como disciplina (BIE5755) do Programa de Pós-Graduação em Ecologia da Universidade de São Paulo, na cidade de São Paulo, SP.

Devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), desde 2020 o curso tem sido oferecido em formato remoto.

Escopo e objetivo

Falar é uma das habilidades mais intuitivas dos humanos, sendo que a desenvolvemos ainda na primeira infância. Contudo, falar em público de maneira profissional, visando máxima eficiência na comunicação, requer treinamento e prática. Vale muito a pena correr atrás desse treinamento, pois uma boa oratória é fundamental não apenas na carreira acadêmica, mas também em diversas outras. Na verdade, a oratória é uma das habilidades transferíveis mais importantes que aprendemos na Academia. Assim, este curso tem como objetivo ensinar aos alunos os fundamentos da comunicação científica oral, com base em técnicas de retórica, dialética e erística.

Público-alvo

Estudantes e profissionais de ciência, de quaisquer áreas. 

Pré-requisitos

Ser um estudante ou profissional de ciência.

Como concorrer a uma vaga

Pós-graduandos da USP (alunos regulares) devem se matricular como de costume pelo sistema Janus, seguindo o calendário de cada ano. Alunos e profissionais de outras instituições (alunos especiais) devem seguir as instruções e o calendário que constam no site da CPG do IB-USP. Será divulgada via sistema Janus a lista dos alunos selecionados para a disciplina. Reservamos 10 vagas para regulares e 5 vagas para especiais.

Inscrições encerradas para a turma de 2022!

Agradecimentos

Este curso começou a ser ministrado como um módulo dentro do curso de campo Ecologia da Floresta Amazônica em 2007. Depois ele foi ministrado como módulos dentro de vários outros cursos e, por fim, evoluiu para um curso solo em 2019. Agradeço especialmente a Elisabeth Kalko, minha saudosa mentora, que me ensinou a fazer e comunicar ciência.

Pedagogia

Este é um curso ao estilo “do it yourself”, baseado em aprendizado ativo, tendo como pilares:

  1. Aprendizado orientado por projetos;
  2. Aprendizado com os pares;
  3. Classe invertida.

Carga horária

60 horas ao todo, divididas em videoaulas, leituras, quizzes, práticas e reuniões. As atividades ocorrerão ao longo de 4 semanas, com predominância de atividades assíncronas.

Conteúdo

  1. Comunicação científica
  2. Lógica
  3. Retórica
  4. Pitch
  5. Storytelling
  6. Slides
  7. Controle emocional

Programa

Consulte informações detalhadas sobre as atividades da disciplina na turma virtual do Google Classroom, a ser criada um pouco antes do início das aulas.

A disciplina adota uma pedagogia MOOC: curso aberto online em massa. Dessa forma, quase todas as atividades são assíncronas e individualizadas, planejadas para que cada aluno as desenvolva no seu próprio ritmo. Como se trata de uma disciplina de pós-graduação, é feito um atendimento mais próximo pelo professor, além de incluirmos algumas atividades síncronas para integrar a turma.

O curso inclui videoaulas, leituras, quizzes e práticas, além de reuniões online semanais de 2 h para tirar dúvidas. São oferecidos diversos canais de comunicação com o professor e a turma.

Avaliação​

A avaliação dos alunos é feita considerando-se seu desempenho no conjunto de atividades da disciplina, dando-se pesos diferentes às categorias de atividades. Estratégias:

  1. Assistir às videoaulas;
  2. Fazer as leituras;
  3. Responder os quizzes;
  4. Fazer as práticas.


Nota final = 0.1média(videoaulas) + 0.1média(leituras) + 0.1média(quizzes) + 0.7média(práticas).

Há desconto de pontos para tarefas submetidas fora do prazo.

Leituras prévias sugeridas

Antes do primeiro dia do curso, é interessante já ir lendo os seguintes textos:

  1. Os sete passos fundamentais para fazer um bom discurso de elevador
  2. Como dar uma palestra
  3. Storytelling
  4. Opinion: Finding the plot in science storytelling in hopes of enhancing science communication
  5. Using narratives and storytelling to communicate science with nonexpert audiences
  6. 12 pieces of advice for giving talks that have impact
  7. Dissecando os slides de “Uma Verdade Inconveniente”

Bibliografia de base

Estes livros compõem a base teórica do curso:

  1. Anderson, C. (2016) TED Talks: o Guia Oficial do TED para Falar em Público. Intrínseca, São Paulo.
  2. Aristóteles. (2017) Retórica. Edipro, São Paulo.
  3. Carnegie, D. (2012) Como Falar em Público e Encantar as Pessoas. Nacional, São Paulo.
  4. Cialdini, R. (2012) As Armas da Persuasão, 1st ed. Editora Sextante, Rio de Janeiro.
  5. Joseph, M. (2015) Trivium, 1st ed. Realizações, São Paulo.
  6. Mello, M.A.R. (2017) Sobrevivendo na Ciência: um Pequeno Manual para a Jornada do Cientista, 1st ed (ed. do autor). Amazon Digital Services LLC, Belo Horizonte.
  7. Mello, M.A.R. (2021) Sobrevivendo ao seu Emprego Acadêmico, 1st ed (ed. do autor). Amazon Digital Services LLC, São Paulo.
  8. Schimel, J. (2011) Writing Science: How to Write Papers that Get Cited and Proposals that Get Funded, 1st ed. Oxford University Press, Oxford.
  9. Schopenhauer, A. (2014) 38 Estratégias Para Vencer Qualquer Debate, 1st ed. Faro, São Paulo.
  10. Volpato, G.L. (2019) Ciência: da Filosofia à Publicação, 7a ed. Best Writing, São Paulo.

Material

O material da disciplina estará disponível na turma virtual do Google Classroom.

Opinião dos alunos

Ao final do curso, por favor preencha o questionário de satisfação, para que possamos melhorar as próximas edições. Ele será aberto no Google Classrooms logo após a última aula.

Vídeos

Assista também a estes vídeos:

%d blogueiros gostam disto: